'Heroicos' Capítulo 12: A Fuga

Oi pinguins! Hoje temos mais um episódio de 'Heroicos' que está em seus últimos capítulos. Se quiserem ler o episódio da semana passada cliquem aqui. No de hoje haverá batalhas, revelações, mistérios e coisas legais e engraçadas. Para ler é só clicar em "Continue Lendo".


Gary: Nós temos que encontrar esse urso, ele é uma ameaça para a sociedade.
Rookie: Sim, por isso eu coloquei discretamente o rateador nele para sabermos onde ele está.
Danielps: É rastreador e você não foi nada discreto abraçando ele.
Rookie: Fui sim, ele realmente acreditou que estava com pena dele.
Gary: Chega! Só vamos saber se olharmos no computador, vamos ver... Conseguimos, o achamos. Ele está na caverna da Montanha Mais Alta.
Danielps: Sempre achei que ele estivesse escondido numa caverna debaixo do Farol.
Gary: Aquilo foi uma projeção, somente para nos enganar e fazer perder tempo. Mas isso não ocorrerá dessa vez, mandem mensagem para os agentes Skine e Penadinha, quero vocês quatro nessa missão. - E eles foram chama-los e foram até a Montanha.
Penadinha: Essas cordas estão frouxas, eu vou... vou... cair.
Skine: Peny, deixa de bobagem, eu estou aqui. Você está super segura.
Rookie: Sim, eu também estou aqui para protegê-la.
Skine: Rookie não assusta ela. - Rookie fez uma cara de quem não entendeu. Apesar de Pena estar com medo, quem parecia não estar conseguindo escalar era Dani, ele não aguentava o esforço e o frio, e já estavam há um bom tempo escalando e só chegaram até metade da montanha. Cada subida ficava mais difícil e parecia se estar mais longe. Ele não sabia como Herbert fazia, mas iria descobrir quando fossem lutar contra ele. Quando Dani errou o gancho e ele ficou pendurado e não se via nada só névoas, como ele ficou de cabeça para baixo o equipamento foi se soltando até começar a cair, então Skine voou para baixo, o pegou e o colocou numa caverna próxima e disse para ficar ali. Então ele decidiu deixar Rookie tomando conta dele, depois agarrou Peny e saiu voando, até chegarem ao esconderijo dele, só que quando chegaram lá encontraram uma surpresa, ele estava morto.
Penadinha: Como isso aconteceu? - falou ela desesperada.
Skine: Ele foi assassinado, mas quem faria isso de uma forma tão brutal?
Penadinha: E o Klutzy, olha como ele está assustado. - falou ela indo na direção dele, mas ele fugiu. - E quem é essa? - perguntou apontando para a prisão onde estava a Ninja da Sombra.
Skine: Algo muito ruim está acontecendo, temos que alertar os outros agentes. Penadinha tire fotos com seu TS para termos provas e se acalme, ok? - ele falou, mas não obteve resposta - Penadinha? - quando olhou ela estava desmaiada. - Droga, esqueci que ela não podia ver sangue.

Na prisão...

Pinguina Estranha: Sua anta, isso não vai funcionar.
Magma: Você não conhece o poder dos lasers de meus olhos, eu vou conseguir nos tirar daqui.
Pinguina Estranha: Sim, eu conheço tão bem seus lasers quantos seus coleguinhas.
Magma: Cala o bico.
Pinguina Estranha: Por que? Isso vai te fazer chorar? Bué... Bué...
Magma: EU MANDEI CALAR O BICO! - gritou ele soltando os lasers de seus olhos em cima dela, que caiu pra trás, então ela pegou se bastão e bateu na cara dele, que se irritou ainda mais e começou à atirar lasers mais fortes causando pequenas explosões.
Gui: CHEGA! Nós temos que nos manter unidos, foram essas brigas que nos trouxeram até aqui. Se quisermos sair teremos que nos unir.
Pinguina Estranha: Foi você que nos prendeu aqui, afinal foi sua ideia botar aquele urso balofo no nosso plano.
Gui: Aff, assim nunca sairemos daqui.
Investigador Phineas: Nunca diga nunca.
Gui: Quem é você?
Investigador Phineas: Digamos que sou um amigo. - Ele conseguiu quebrar a máquina com um raio que ele soltou e milhares de cacos voaram pela prisão, - Então o que me dizem?
Gui: Nós vamos.

No Café...

Policial Fefe: Psyco você agora trabalha aqui?
Psyco: Sim, aqui pelo menos eu fico acordada por causa do café.
Policial Fefe: Mas você não pode beber café no traba... Ah deixa quieto. - Fefe bebia uma xícara quando viu Joaninha descer correndo para o banheiro, ela a a chamou, mas Jo não ouviu. Ela estava correndo porque queria sair pra procurar Herbert e estava esperando dar o horário do almoço para isso e quando deu ela foi até o banheiro se transformar, mas Fefezinh não sabia disso. - Hmm... Por que será que ela passou assim?
Psyco: Deve ter comido algo estragado. - Fefe lançou um olhar para ela e foi atrás de Jo no banheiro. Ela entrou, chamou pelo nome dela e a viu se transformando em Gamma Gal.
Fefezinh: Joaninha você... você... você é aquela heroína?!
Joaninha/Gamma Gal: Sim, mas eu não tenho tempo para explicar agora, meu horário de almoço é curto, quando voltar nós conversamos.
Fefezinh: Não! - falou Fefe pegando sua arma e apontando para ela. - Nós vamos conversar agora.
Joaninha/Gamma Gal: Fefe eu odeio ter que fazer isso, mas... - ela soltou os raios de sua mão na direção de Fefe que desviou de todos, ela tinha ótimo treinamento por isso era a chefe de polícia.
Policial Fefe: E odeio ter que faze isso... - ela pegou a arma e começou a atirar em Joaninha, mas a bala não batia e voltava porque ela era imune. Então Joaninha explodiu a parede do banheiro e saiu voando porque não podia mais aguentar isso.
Fefe foi atrás dela, passou pelo buraco enorme que ela fez na parede e começou a atirar para cima, até que Psyco chegou e olhou os destroços e ouviu os barulhos das explosões.
Psyco: Nossa! Ela devia estar com uma dor de barriga daquelas. - depois disso Fefe saiu sem dizer uma palavra porque estava confusa, irritada e triste e lá atrás num banheiro completamente destruído Psyco continuava a gritar besteiras. - Ei espera aí... quem vai pagar por isso? Voltaaaaa, eu não quero ser demitida desse emprego. - E Fefe derramou uma lágrima de tristeza, por sua melhor amiga a ter enganado todo esse tempo, e de raiva, por ter confiado nela.

E chega ao fim esse capítulo. Contém o que acharam nos comentários!

Gabriel Fernandes

Atual redator(a) do Yeah Penguin. Seu papel é fundamental para o desenvolvimento de nosso blog!