'Heroicos' Capítulo 9: O Carro

Oi pinguins! Hoje tem um novo episódio de 'Heroicos' que vem com muitas novidades, revelações e mistérios e apresentará mais alguns novos vencedores. Para ver a lista completa de episódios clique aqui. Para ler o novo episódio clique em "Continue lendo".


Jonnh estava com problemas na impressão do jornal, aquela velha  máquina não funcionava direito e Joaninha escrevia um artigo, quando a Tia Arctic os chamou para a sala dela.
Tia Arctic: Olá, eu queria lhes apresentar o mais novo trabalhador do jornal, Pingwes. Ele é repórter.
Joaninha: Prazer Pingwes. - falou ela, mas o conhecia de algum lugar,só não lembrava de onde, mas aquela aparência era familiar.
Pingwes: Olá, estou muito contente de poder trabalhar aqui. - falou lançando um olhar especial para Jo e Jonnh não gostou nada disso.
Quando eles saíram Jo pediu para ficar porque queria falar com a Tia Arctic.
Joaninha: Tia Arctic.
Tia Arctic: Sim querida.
Joaninha: Eu gostaria de lhe perguntar se sabe algo sobre os pais do Jonnh? - A Tia Arctic parou na hora.
Tia Arctic: Não, eu não sei nada sobre isso, mas se eu fosse você evitaria esse assunto porque pode magoa-lo. - Joaninha saiu decepcionada, mas ainda assim queria descobrir sobre o assunto.

Em uma vila de iglus...

Aquela Pinguina Estranha pulava sobre os iglus fugindo de tiros de arma laser e dando risada. Enquanto Penadinha pulava também sobre iglus atrás dela.
Penadinha: Volte aqui. - falava dando os tiros.
Pinguina Estranha: Ai criatura, me deixa em paz. - falava desviando dos tiros com graciosidade.
Penadinha: Nunca! Se eu te pegar serei promovida na EPF. - era o que ela mais queria.
Pinguina Estranha: E o que eu tenho a ver com sua promoção na Elite dos Pinguins Ferrados? - falou ela debochando. Até que se cansou e quebrou a parede de vidro da garagem de um iglu mansão e pegou um lindo carro, ela ligou os fios e fez ele ligar, depois acelerou o mais rápido possível deixando Penadinha para trás. Até que Skine chega.
Skine: Mas o que houve... A minha garagem... Cadê meu carro de luxo... Grrr... PENADINHAAA! - falou ele aborrecido.
Penadinha: Não foi minha culpa, foi aquela louca.
Skine: Eu vou atrás dela, já estou cansado disso. - Então ele botou o cinto e virou Shadow Guy, com seus cabelos azuis balançado ao vento, ele voou atrás do carro. A Pinguina Estranha ligou o rádio no volume máximo e começou a ouvir "Gotta have a Wingman". Skine conseguiu chegar até o teto do carro, só que não se equilibrava porque ela dirigia com um bêbado e girava o carro toda hora na velocidade máxima. Nenhum pinguim normal conseguiria isso, nem ele estava aguentando.
Até que ela foi na direção de um prédio e para não bater deu uma enorme freada jogando ele contra o prédio e assustando os trabalhadores de lá, ele se irritou e voou todo veloz para o carro, mas ela entrou na rua e saiu da frente dele fazendo ele bater em um caminhão. Essa o machucou e destruiu a frente do caminhão, mas estava determinado a pega-la, então entrou na mesma rua que ela foi estava tudo engarrafado, ele saiu pulando por cima dos carros parados até começar a ouvir "Gotta Have a Wingman" ele seguiu o som da música e chegou até o teto de seu carro e começou a dar murros nele, então ela saiu da rua e acelerou pelo passeio destruindo tudo que lá havia e ele em cima esmurrando, bateu na caixa de correio, no carrinho de peixorro-quente do Dereco, no hidrante. Até sair do engarramento e virar em um beco que Skine não conhecia, a última coisa que viu um laser vindo em sua direção.
Magma: Eu o acertei, portanto eu mereço os poderes.
Pinguina Estranha: Eu o trouxe.
Herbert: Calem-se. Ainda nem sabemos como tirar-lo, mas iremos descobrir. - Até que ele acordou, vendo tudo embaçado, depois foi clareando e percebeu onde e com quem estava, decidiu fugir, mas estava amarrado.
Shadow Guy/Skine: Como podem ser assim?
Magma: Ora, querido. A sociedade não foi boa conosco, nos humilhou, nos tirou direitos, tirou pinguins que amávamos sem pena, não estamos começando nada só estamos retribuindo a gentileza e além disso que graça tem ser bonzinho? - falou ele com um sorriso do mal.

No Iglu de Jonnh...

Joaninha remexia as coisas na gaveta do quarto dele enquanto Kenny brincava em seu tubo não querendo dividir com os outros puffles. Ela revirou debaixo do colchão, procurou em toda parte e depois teve o cuidado de deixar tudo em seu exato lugar, ficou decepcionada por não encontrar nada, quando foi sair tropeçou em algo, era um piso solto e curiosa ela tirou o piso e pegou uma pasta que havia lá, quando foi olhar o que tinha ouviu o barulho do carro do Jonnh e depois dele abrindo a porta, ela se desesperou, mas se acalmou e colocou o piso de volta, abriu a janela e voou, depois fechou a janela, ela só conseguiu fazer isso porque Kenny o enrolava, Jonnh desconfiou e foi até o quarto, mas nada viu, então foi até seu iglu.
Algo a observava na Floresta sem ela perceber e via sua sombra voando no céu estrelado, quem a observava na moita era Pingwes.
Quando chegou em seu iglu Penadinha estava na porta com um aspecto desesperado.
Joaninha: Nossa Peny! O que houve.
Penadinha: O Skine... O Skine... O Skine sumiu.

Mandem seus desenhos nos comentários se quiserem e eles aparecerão, o que acharam desse episódio? Quais suas opiniões e teorias sobre a série? Contem nos comentários e até mais!

Gabriel Fernandes

Atual redator(a) do Yeah Penguin. Seu papel é fundamental para o desenvolvimento de nosso blog!