'Heroicos' Capítulo 1: O Início

Olá pinguins! Aqui é Skine. Hoje é a estreia do primeiro capítulo da nova série exclusiva do Yeah PenguinHeroicos, nela teremos uma história legal, engraçada, com mistérios e aventuras e com bons personagens, espero que gostem. Vejam o primeiro capítulo:
   

No planeta Sywohns tudo é diferente da ilha, muito mais bonito, avançado, e os habitantes são bem legais, mas isso queria ser tomado por seres que foram exilados e eles começaram a destruir, então a rainha colocou seu dois filhos em uma nave e os mandou pelo espaço, antes disso ela deu um colar especial aos dois que ainda eram pequenos, a menina era um pouco mais velha e eles foram lançados e a nave caiu no nosso planeta. Eles foram para um orfanato, o garoto foi adotado e foi morar com pais ricos em Penguin York, já a garota ficou triste, vendo outros pinguinzinhos sendo adotados e ela ali porque queriam adotar crianças mais novas.

Algum tempo depois, quando já tinha vinte anos e fazia curso de jornalismo na UCP, que fica perto da Mina, a garota, Joaninha, foi procurar um estágio, ela entrou no café subiu até a sede do jornal mais famoso da ilha e encontrou em sua mesa a editora-chefe, Tia Arctic.

Joaninha: Olá, eu gostaria de estagiar aqui, tenho experiência e faço o curso.
Tia Artic: Claro que pode, nós do jornal sempre gostamos de dar oportunidade aos mais novos, mas vou avisando nosso trabalho exige competência e respeito, todos os nossos funcionários tem, vou levar você até Jonnh, o fotografo.
Quando chegaram ele estava dormindo e babando na câmera, Tia Artic ficou sem graça.
Tia Artic: Err... Só um minutinho. JOOONNNH ACORDA!
E ele acordou assustado.
Jonnh: Hã? O que foi? O que houve?
Tia Artic: Houve que temos uma nova repórter, ela é Joaninha e vai estagiar aqui.
Jonnh sentiu uma coisa por ela, que nunca tinha sentido.
Jonnh:  Err... Então vamos, ligaram pra gente, parece que houve algo perto do Dance Club.
E eles foram lá, estava um tumulto e tinha pinguins policias cercando a área.
Joaninha: O que houve?
Pinguim que sofreu o crime: Eu estava dançando com meu puffle uma música que o Oreiadefrang fez...
Jonnh: A minha ninguém ouve.
Joaninha: Shh.
Pinguim que sofreu o crime: E ela sumiu.
Investigador Phineas: Como é esse seu puffle?
Pinguim que sofreu o crime: Ela é rosa e se chama Pink.
Jonnh: Quanta criatividade.- Falou ele com sarcasmo.
Joaninha: Jonnh para. Vamos procurar pistas para saber se ela fugiu ou realmente foi roubada.
Jonnh: O que?! Somos repórteres não investigadores.
Joaninha: Vem, se descobrirmos algo vai virar noticia.
E ela procurou até que encontrou um pelo branco.
Joaninha: Hmm... Muito estranho.
Jonnh: Isso pode ser só de um puffle branco, mas se você faz tanta questão vou tirar uma foto.

Em Penguin York...

O garoto que foi adotado por pais ricos, Skine, está agora com 16 anos e lutando contra o mal em beco. Ele bate e pega o saco dinheiro.
Skine: Você está preso, irei devolver isso ao banco e nunca mais tente cometer crimes com um agente da EPF por perto.
E ele saiu pulando pelos prédios. Mais tarde chegou com sua moto incrível e seu terno elegante para um restaurante chique, ele se dirigiu até a mesa onde tinha uma pinguim com um lindo vestido rosa e ela estava se balançando.
Skine: Boa noite!
Penadinha: Boa, você é o Skine?! Eeee!!!!!!! eu disse que ia conseguir um gato pela internet,é que das outras vezes tinham fotos lindas, mas na verdade eram velhos. Então Skine fale sobre você, como é seu nome? Ai, espera eu já sei seu nome, então fala uma coisa que eu não saiba, tipo qual é o seu trabalho?
Skine: Meu trabalho, é confidencial, mas acho que posso confiar em você. Sabe aguardar um segredo?
Penadinha: Se eu sei? Minha boca é um tumulo.
Skine: Vou lhe dar uma pista: Olhe aquela moto, ela diz a minha profissão.
Penadinha: Você é um entregador de pizza?!
Skine: O que?! Não...
Ele é interrompido por um monstro que invade o local e quebra o vidro do restaurantes, os pinguins saem correndo  e gritando, então ele começa a lutar com o monstro, desvia dos seus golpes, então ele pega uma arma que estava no seu cinto e atira um raio contra o monstro que cai destruindo parte do restaurante.
Todos ficam surpresos, principalmente Penadinha.
Penadinha: Uau! Você é um agente da EPF.
Skine: Sim, treinado pelo próprio G. Essa deve ser uma das experiências dele que fugiu.
Penadinha: Nossa isso é demais, se você fosse um entregador de pizzas também seria legal, porque aí eu teria pizza grátis, mas um agente da EPF é incrível, nunca tinha visto um.
Skine: Gostei de você, mas infelizmente não vou poder ficar aqui, irei para ilha do Club Penguin porque tenho uma missão lá. Parece que tem algo errado.
Penadinha: Posso ir com você? Olha eu queria ir pra lá mesmo, ver se acho um emprego melhor e agora achei alguém pra ir comigo.
Skine: Hmm... Vou pensar
Penadinha: Por favoroooorrr
Skine: Tudo bem, você pode ir.
Penadinha: Aaahhh! Que demais- falou ela abraçando Skine.

Em um lugar desconhecido...
Hebert: Klutzy, o nosso plano dará certo, já colhi todas as histórias de que preciso e ninguém vai nos atrapalhar, nem aqueles bobos da EPF.
Klutzy estava andando com um puffle rosa.
Hebert: Ora, pare com isso, em breve faremos muito mais do que só pegar puffles.


E esse foi o primeiro capítulo, no próximo veremos a primeira transformação em Shadow Guy e Gamma Gal e o primeiro encontro deles. O que acharam da série? Gostaram? Contem suas opiniões nos comentários!

Gabriel Fernandes

Atual redator(a) do Yeah Penguin. Seu papel é fundamental para o desenvolvimento de nosso blog!